SBPRJ promove debates sobre racismo no mês da Consciência Negra

Palestra da historiadora Ynaê Lopes dos Santos e exibição do filme ‘Loving – uma história de amor’ são atividades abertas ao público na Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro este mês

 

 

Foto: Divulgação

A Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro (SBPRJ) promoverá dois eventos para debater sobre racismo em novembro, mês da Consciência Negra, Zona Sul do Rio. No dia 16, às 21h, a palestra “Vidas Negras importam. Um olhar sobre o racismo estrutural da sociedade brasileira”, com Ynaê Lopes dos Santos, doutora em História Social pela Universidade de São Paulo e professora adjunta da Escola de Ciências Sociais CPDOC-FGV. No dia 17, às 20h, o projeto Psicanálise & Cinema exibirá o filme “Loving – uma história de amor”, baseado na história verídica de um casal norte-americano que foi preso quando a união inter-racial era crime no estado de Virgínia.

A palestra da professora Ynaê Lopes dos Santos será seguida de debate com a plateia. O tema resgata uma máxima que viralizou na sociedade estadunidense nos últimos tempos (“As vidas negras importam”) e que teve forte reverberação no Brasil.

 

“Num país em que ninguém é racista, mas todo mundo conhece alguém que é, o debate sobre as capilaridades do racismo se faz fundamental para desnaturalizar uma série de máximas e entender que as vidas negras importam e que o racismo é uma realidade que deve ser combatida por todos”, afirma Ynaê.

 

O racismo explícito, nem um pouco velado e, o que é mais chocante, baseado em leis – absurdas, mas que existiam em vários estados norte-americanos – está em “Loving”, cuja exibição no próximo dia 17 de novembro, na SBPRJ, foi gentilmente autorizada, sem ônus, pela Universal Pictures, detentora dos direitos sobre esta obra cinematográfica.

Inspirado em um caso real, o filme, lançado mundialmente em 2016, mas inédito em circuito comercial nas salas de cinema brasileiras, conta a história de Richard Loving (Joel Edgerton) e de Mildred (Ruth Negga), um homem branco e uma mulher negra que sonharam em construir uma vida juntos na Virgínia de 1958. Eles acabam presos por terem se casado legalmente em outro estado norte-americano, passam a ter que viver longe de seus parentes em outra região menos intolerante e lutam durante muitos anos pelo direito de voltar para casa como uma família. Para defender sua união legal chegam até o Supremo Tribunal dos EUA.

Vale destacar que se passaram apenas 50 anos desde o fim das leis antimiscigenação americanas, o que ocorreu apenas em 1967.

‘Loving’ é uma coprodução do Reino Unido com os Estados Unidos e tem roteiro e direção de Jeff Nichols. Sua excepcional intérprete principal, Ruth Negga, foi indicada ao Oscar de melhor atriz. A classificação etária é 12 anos e o filme tem duração de 2h03min. Após a sessão, haverá debate aberto com os presentes, coordenado por Luiz Fernando Gallego – psicanalista da SBPRJ e membro da Associação de Críticos de Cinema do RJ.

 

Serviço:

A programação do dia 17/11 – filme e debate 

Gratuita 

Reservas podem ser feitas com antecedência pelos telefones 2537-1333 e 2537-1115, com chegada ao local com meia hora de antecedência, a partir do que a reserva pode perder o valor para outras pessoas presentes. 

A lotação é de 60 lugares.

Para a palestra do dia 16 será cobrada taxa de manutenção de R$ 20,00 e as inscrições devem ser feitas pelos mesmos telefones e e-mails.

A SBPRJ fica na Rua David Campista, 80, Humaitá, Zona Sul do Rio.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: