2º CineEsporte Festival estreia no Rio unindo a paixão do esporte e a magia do cinema

O Festival, com programação gratuita de 26 a 30 de outubro, traz ao Rio de Janeiro uma seleção rara de 21 produções nacionais e internacionais

 

Foto: Divulgação

 

Após o sucesso da edição inaugural durante os Jogos Olímpicos Rio 2016, o 2º CineEsporte Festival dá a largada para a maratona cinematográfica de 21 filmes esportivos, entre ficções, documentários e animações, no Rio de Janeiro, com entrada gratuita. De 26 (quinta-feira) a 30 de outubro (segunda-feira), o público poderá conferir as raras produções nacionais e internacionais em dois pontos da cidade: Centro e Zona Norte.

Nesta edição (também com exibição em São Paulo no mês de novembro), o evento terá como sede o Centro Cultural Banco do Brasil (mostras competitivas; cerimônias de abertura, encerramento e premiação), além de contar com outros dois espaços de exibição: Centro Cultural Justiça Federal (CCJF) e o Ponto Cine, em Guadalupe.

A seleção do festival aborda 13 modalidades esportivas, e expressa as principais tendências e narrativas da produção mundial deste nicho audiovisual. Ao todo, 17 filmes integram a mostra competitiva, que premia com troféu a melhor obra de Curta-metragem e de Longa/Média-metragem, exclusivamente através do voto popular. São 6 filmes nacionais e 11 internacionais oriundos da Itália, França, Rússia, Espanha, Irã, Estados Unidos, Argentina, Nepal e uma co-produção Espanha/ Japão.

A 2ª edição do festival renova a parceria com a Federation Internationale Cinema Television Sportifs (FICTS). Esta tradicional federação italiana, sediada em Milão, reúne os 16 mais preciosos festivais de cinema esportivo do mundo, sendo o CineEsporte um dos integrantes deste circuito.

 

 

“A primeira edição do evento, nas Olimpíadas Rio 2016, foi bem marcante. E ter a oportunidade de dar continuidade a esse circuito brasileiro de audiovisual é muito importante. Além de contribuir para a diversificação do cinema com temática esportiva, o festival com entrada franca proporciona uma janela de exibição de produções que raramente chegam às salas comerciais. Assim, a mostra surge como uma plataforma de exibição, circulação e difusão destes filmes”, explica o diretor do CineEsporte, Antônio Leal, que também aposta no evento como um rico intercâmbio com o cinema de esporte internacional, visto que produções de 10 países também integram a seleção do festival. 

 

 

Jacopo Picozza
Foto: David Biondani

 

 

Confira abaixo a programação completa de cada dia/local de exibição:

 

Serviço:


2º CineEsporte Festival

Data: 26 (quinta-feira) a 30 de outubro (segunda-feira).
Locais de exibição: Centro Cultural Banco do Brasil, R. Primeiro de Março, 66, Centro (de 26 a 30, com horários variados); Centro Cultural Justiça Federal, Av. Rio Branco, 241, Centro (26 a 29, com horários variados) e Ponto Cine, Estr. do Camboatá, 2300, Guadalupe (26 e 27, às 10h).
Entrada Franca: com distribuição de senhas sempre uma hora antes de cada sessão (sujeito à lotação de salas). 
Página no Facebook: https://www.facebook.com/cineesporte/
Site: 
www.cineesporte.com

Patrocínio: IntegralMédica através da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Rouanet)
Apoio: CCBB, CCJF e Ponto Cine
Realização: Ibefest
Assessoria de imprensa: Julia Casotti; (21) 99829-2129/ juliacnogueira@gmail.com

 

 

Programação completa por local/dia:

1) Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sede do evento:

Abertura 26/10 (quinta-feira), no CCBB:

19h:

Partida Internacional” (2011), Dir. Nadine e Sven Schrader (Fic, 2 min, Alemanhã). Classificação: Livre;

Heróis” (2017), Dir. Cavi Borges (Doc, 71 min, Brasil), Classificação: 12 anos;

 

27/10 (sexta-feira), no CCBB:

17h:

Mitaka Escola de Sumô” (2017), Dir. Ruben Ventura (Doc, 8 min, Espanha/Japão). Classificação: Livre;

Espírito em Movimento” (2015), Dir. Sofia Geveyler, Julia Bivsheva e Sofia Kucher (Doc, 73 min, Rússia). Classificação: 12 anos;

19h:

Lutador (2015), Dir. Sara Bacro, Camille Chandelier, Clément Pierre, Vincent Plagniol e Alexis Renault (Anim, 6 min, França). Classificação: Livre;

Tatame” (2016), Dir. Daniel Nolasco e Felipe Fernandes (Doc, 22 min, Brasil). Classificação: 12 anos;

Monstros do Ringue” (2015), Dir. Marc Dourdin (Doc, 84 min, Brasil). Classificação: 12 anos;

 

28/10 (sábado), no CCBB:

17h:

Zahy” (2012), Dir. Felipe Bragança ( Exp, 5 min, Brasil). Classificação: Livre;

Jogos Indígenas” (2014), Dir. Thiago Frade e Alexandre Magno (Doc, 22 min, Brasil). Classificação: Livre;

Gaviões da Floresta” (2014), Dir. Alexandre Bouchet (Doc, 52 min, França). Classificação: Livre;

19h:

Segue o Jogo” (2017), Dir. Leonardo Magliano (Doc, 21 min, Brasil). Classificação: Livre;

Transformação” (2014), Dir. Mehdi Alibeygi (Anim, 2 min, Irã). Classificação: Livre;

Não Deixe a Peteca Cair” (2016), Dir. Kátia Lund e Fifi Fialho (Doc, 50 min, Brasil). Classificação: Livre;

 

29/10 (domingo), no CCBB:

17h:

Flamenco Olímpico” (2015), Dir. Alejandro Panno (Doc, 29 min, Argentina). Classificação: Livre;

Gigantes Descalços” (2017), Dir. Álvaro Priante e Iván Roiz (Doc, 65 min, Espanha). Classificação: Livre;

19h:

O Menino que Aprendeu a Voar” (2016), Dir. Limbert Fabian e Jake Wyatt (Anim, 7 min, Estados Unidos). Classificação: Livre;

Cinecittà sobre Rodas” (2016), Dir. Inti Carboni ( Fic, 6 min, Itália). Classificação: Livre;

Dois Pés Esquerdos” (2015), Dir. Isabela Salvetti (Fic, 6 min, Itália). Classificação: Livre;

Sunakali” (2014), Dir. Bhojraj Bhat (Doc, 51 min, Nepal). Classificação: Livre;

 

Encerramento e premiação 30/10 (segunda-feira), no CCBB:

18h30:

Cinecittà sobre Rodas” (2016), Dir. Inti Carboni ( Fic, 6 min, Itália). Classificação: Livre;

Eu me movo” (2016), Dir. Maurício Guimarães, Luciano Zuffo e Gian Carlo Bellotti (Doc, 26 min, Brasil). Classificação: Livre;

Entrega dos prêmios das mostras competitivas de Longa/Média e Curta-metragens

 

 

2) Centro Cultural Justiça Federal (CCJF):

26/10 (quinta-feira), no CCJF:

18h30:

Transformação” (2014), Dir. Mehdi Alibeygi (Anim, 2 min, Irã). Classificação: Livre;

Cinecittà sobre Rodas” (2016), Dir. Inti Carboni ( Fic, 6 min, Itália). Classificação: Livre;

Gigantes Descalços” (2017), Dir. Álvaro Priante e Iván Roiz (Doc, 65 min, Espanha). Classificação: Livre;

 

27/10 (sexta-feira), no CCJF:

18h30:

Lutador (2015), Dir. Sara Bacro, Camille Chandelier, Clément Pierre, Vincent Plagniol e Alexis Renault (Anim, 6 min, França). Classificação: Livre;

Dois Pés Esquerdos” (2015), Dir. Isabela Salvetti (Fic, 6 min, Itália). Classificação: Livre;

Gaviões da Floresta” (2014), Dir. Alexandre Bouchet (Doc, 52 min, França). Classificação: Livre;

 

28/10 (sábado), no CCJF:

16h:

O Menino que Aprendeu a Voar” (2016), Dir. Limbert Fabian e Jake Wyatt (Anim, 7 min, Estados Unidos). Classificação: Livre;

Sunakali” (2014), Dir. Bhojraj Bhat (Doc, 51 min, Nepal). Classificação: Livre;

 

29/10 (domingo), no CCJF:

16h:

Mitaka Escola de Sumô” (2017), Dir.Ruben Ventura (Doc, 8 min, Espanha/Japão). Classificação: Livre;

Espírito em Movimento” (2015), Dir.Sofia Geveyler, Julia Bivsheva e Sofia Kucher (Doc, 73 min, Rússia). Classificação: 12 anos;

 

3) Ponto Cine:

26/10 (quinta-feira), no Ponto Cine:

10h:

Dois Pés Esquerdos” (2015), Dir. Isabela Salvetti (Fic, 6 min, Itália). Classificação: Livre;

1932 – A Medalha Esquecida”, Dir. Ernesto Rodrigues (Doc, 60 min,Brasil). Classificação: Livre;

 

27/10 (sexta-feira), no Ponto Cine:

10h:

Dois Pés Esquerdos” (2015), Dir. Isabela Salvetti (Fic, 6 min, Itália). Classificação: Livre;

1932 – A Medalha Esquecida”, Dir. Ernesto Rodrigues (Doc, 60 min, Brasil). Classificação: Livre;

 

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: