“Dedo na Ferida”, de Silvio Tendler, aborda o poderio econômico frente a governos e população no Festival do Rio

O documentário, que tem como fio condutor a viagem de trabalho de um podólogo e depoimentos de economistas e pensadores renomados, será exibido dias  12 e 13 de outubro  

 

Celso Amorim e Silvio Tendler durante as gravações
Foto: Divulgação/ Caliban Cinema e Conteúdo​

 

No momento em que o mundo se depara com a perda progressiva de direitos sociais, rendidos aos interesses do sistema financeiro, Silvio Tendler vai direto ao ponto que atinge toda a sociedade, independente de posicionamento político, com o lançamento de “Dedo na Ferida”. O documentário, patrocinado pelo Sindicato dos Engenheiros no Estado do Rio de Janeiro e a Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros, selecionado para a mostra competitiva do Festival do Rio, traça um panorama do cenário contemporâneo com depoimentos de economistas que estão em ou que já estiveram em cargos importantes no mundo e pensadores respeitados.

O filme será exibido no dia 12, às 13h, no Cine Odeon Net Claro, onde haverá também um debate com Silvio Tendler e a economista Laura Carvalho, e no dia 13, às 19h, no Kinoplex São Luiz 1.

O novo documentário de Silvio Tendler, reconhecido por mais de 80 obras de cunho histórico e social, aborda a influência do capital na política:

 

Sinopse: 


“Dedo na Ferida” trata do fim do estado de bem‐estar social e da interrupção dos sonhos de uma vida melhor para todos em um cenário onde a lógica homicida do capital financeiro inviabiliza qualquer alternativa de justiça social. Milhões de pessoas peregrinam em busca de melhores condições de vida enquanto o capital só aspira a concentração da riqueza em poucas mãos. Neste cenário de tensões sociais, intelectuais lutam para transformar o mundo levantando temas como os fim dos direitos sociais, o desemprego, o mercado e o ressurgimento de movimentos extremistas.

 

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: