A BOSSA NOVA ATERRISSA EM MADUREIRA

Musica, Shows

Projeto “Madureira cheia de Bossa” populariza estética musical considerada elitista, levando para o subúrbio carioca grandes nomes do gênero

 

Divulgação

Divulgação

Acostumada a sambar no pé, Madureira agora vai conferir que a bossa nova tem o pé no samba. Isso porque vem aí “Madureira Cheia de Bossa – Jovens tardes de improviso”, que estreia, no próximo dia 8 de maio, às 18h30, na Arena Carioca Fernando Torres. A entrada é gratuita. Idealizado pelo jornalista Vagner Fernandes e contemplado pelo Programa Fomento Olímpico da Secretaria Municipal de Cultura, o projeto vai mostrar que, apesar de ter nascido na Zona Sul, a bossa nova tem tudo a ver com o samba da Zona Norte. O objetivo é, justamente, popularizar a estética musical considerada elitista.

“É a bossa nova chegando a Madureira por meio de um projeto de caráter extremamente democrático que procura desmistificar controvérsias sobre o gênero. A bossa nova tem origem no popular porque é o samba tocado no violão. Teremos a oportunidade de promover um diálogo efetivo de uma estética nascida na Zona Sul do Rio com o público do subúrbio carioca”, observa Vagner Fernandes, explicando o desafio e a missão do “Madureira Cheia de Bossa”.

A proposta do projeto é reunir artistas em pleno Parque de Madureira, fazendo um passeio por um dos mais dos mais importantes gêneros do país. Tudo sob o comando dos aclamados Jaques e Paula Morelenbaum, violoncelista e cantora que figuram no ranking primeiro time da música brasileira. O primeiro convidado da dupla é o cantor e compositor Carlos Lyra, personagem icônico do movimento bossa-novista.

“Madureira Cheia de Bossa” é uma série de cinco espetáculos que será apresentada uma vez por mês entre maio e setembro, reverenciando expoentes da Bossa Nova, como Tom Jobim, Vinícius de Moraes, Baden Powell, João Gilberto, Elizeth Cardoso, Johnny Alf, Astrud Gilberto e tantos outros que ajudaram a escrever a história do movimento. Os próximos convidados do projeto são  Wanda Sá (junho), Roberto Menescal (julho), Marcos Valle (agosto) e João Donato (setembro). “Madureira Cheia de Bossa” busca ainda homenagear a cidade do Rio de Janeiro em meio às celebrações dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

 

Serviço

Projeto “Madureira Cheia de Bossa”

Jaques Morelenbaum e Paula Morelenbaum convidam Carlos Lyra.

Data e horário: Domingo, dia 8 de maio, às 18h30

Local: Arena Carioca Fernando Torres (Parque Madureira)

  1. Soares Caldeira, 115

Tel.: 3495-3078 e 3495-3093

Duração do espetáculo: aproximadamente 80 minutos

Entrada gratuita

Capacidade: 408 pessoas sentadas (sendo oito destinadas a cadeirantes)

Censura livre

Próximas atrações:

Dia 26 de junho – Wanda Sá

Dia 10 de julho – Roberto Menescal

Dia 14 de agosto – Marcos Valle

Dia 4 de setembro – João Donato

 

Por: DIVULGAÇÃO

Written by Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista que vai te deixar informado sobre tudo que esta acontecendo na cidade do Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

Assinar InFoco por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 1.979 outros assinantes

%d blogueiros gostam disto: